Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

… Até à lua

… Até à lua

desabafos que não posso ter contigo ...

A vida virou do avesso e agora o avesso é o lado certo

“ A vida virou do avesso e agora o avesso é o lado certo”, é uma frase que um dia ouvi alguém dizer e que tem tudo ou mais a ver connosco. É contraditória eu sei, e até nos recusamos a aceitar mas por agora chega de gastar energia com a revolta.  É tempo de olhar em volta e ver as conquistas, os momentos bons e os momentos de felicidade a dois como se fôssemos os seres mais egoístas deste mundo e só nos quiséssemos um ao outro, e todo o resto não interessa… tanto faz se existe ou se não existe. Somos dois, e dois somos mais fortes… nunca te esqueças disso. Esta semana começámos bem, boas novidades, na segunda-feira deu para cumprir com o tratamento. Os valores mínimos estavam lá. Os leucócitos estão baixos, muito baixos mesmo “ mas para isso nós temos solução”, disse a nossa médica toda contente. “ Nos próximos 5 dias, só tem de administrar umas injeções ao Paulo para que os valores possam subir até ao próximo tratamento. Se quiser pode ir ao centro de saúde mas tenho a certeza que a Marlene dá bem conta do recado”, acrescentou. Claro que sim, o que são 5 injeções perto de tudo o resto, pensei.

Tens estado bem mais caladinho nas consultas, nunca foi hábito e espero que mude rápido. Sei que a insegurança está aí dentro desse teu coraçãozinho, o que te faz inibir e guardar as palavras, mas não há razão para isso, meu amor. O teu discurso está orientado, cheio de sentido, talvez com mais sentido que nunca. E o teu sorriso é tão especial que nos enche o coração, a mim e à dra Luísa. Como é que é possível uma pessoa entrar assim tão dentro do coração de alguém? Não sei como consegues, como conseguiste mas acho mesmo que tens um dom para isso. É impossível que alguém não se sinta bem ao teu lado e quem diga o contrário está a ver a superficialidade das coisas, o que não interessa mesmo nada. 

Tal como a médica previu a missão das injecções tem sido cumprida sem grandes sobressaltos.

injecoes.jpg

Continuamos ainda na experimentação da Albumina em pó ( proteína extraída da clara de ovo)  para subir plaquetas. Ainda é cedo para perceber se funciona mas a seu tempo teremos confirmações e quem sabe poder ajudar outras pessoas a "subir" plaquetas :) Porque partilhar, neste momento tornou-se para mim uma necessidade. 

 

42.jpg

 

Depois de muitos meses, hoje, voltei a envolver-me profissionalmente. É uma sensação incrível... Acordei cedo, e sem que te apercebesses dei-te aquele beijinho silencioso de despedida e saí para estúdio.  Quando me chamaram-me para os "Jardins Proibidos" - personagem : enfermeira Margarida, pensei "nada acontece por acaso” ... Estou feliz, precisava disto! Como alguém que eu adoro um dia me disse: "Marlene, também precisas de receber para continuar a dar …” e cá estou eu a receber ... Também fui chamada para um sketch do “5 para meia noite” - programa do Nilton .  Gravei na semana passada . Sair de casa para trabalhar é como sentir direito de voltar a "sentir", a respirar, ter uma vida “normal” dentro das condicionantes. 
 

43.jpg

Hoje, todos perguntaram por ti, mandaram beijos, abraços … transmiti-te um por um, sem esquecer de ninguém . A seu tempo serás tu a ir receber todos esses beijos e abraços pessoalmente. 

Mas o melhor de tudo foi a sensação de saudades que me invadiu no caminho a casa. Liguei e desafiei-te: “ Queres ir comer um gelado?”, - “ Já se vê”, foi a tua resposta. Mas quando dizes isso, geralmente é sim e não me enganei. O fim de tarde estava lindo, o dia tinha sido especial e queria partilhá-lo contigo. Contei-te todas as novidades do dia como as crianças fazem quando chegam a casa depois do primeiro dia de aulas. Enquanto ouvias com muita atenção, sorrias. Estavas feliz eu sei… prova disso, foi quando passámos pela Monceau Fleurs: "- Não queres parar aqui? queria oferecer-te uma flor!”, disseste. A minha reação foi apenas a de olhar para ti e sorrir, o momento era especial demais para o estragar com palavras.
Entrámos e escolhemos a flor. "- É para oferecer ?" , perguntou a senhora. “ Sim é para nos oferecer” , respondi-lhe a olhar para ti nos olhos e a sorrir com toda a minha alma e coração. 

41.jpg

 

 
É tanto o amor que sinto por ti que enche o meu coração ao escrever estas palavras. Obrigada pela flor linda, pela tua companhia, e pelos teus mimos. Também preciso tanto deles…. 
 

40.jpg

 

 
amo-te até à lua mas tu já sabes disso. 
 
Marlene Barreto Frazão 

1 comentário

Comentar post