Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

… Até à lua

… Até à lua

desabafos que não posso ter contigo ...

Entrar em 2015, agarradinha a ti o mais que pudesse

2015

As 12 badaladas tocaram, os festejos começaram … todos foram para a rua festejar mas nós ficámos os dois juntinhos, afinal era assim que queria deixar o 2014 e entrar no 2015, agarradinha a ti o mais que pudesse. Os teus olhos estavam fechadinhos, o teu corpo cansado mas assim que ouviste o som do novo ano, deste -me a tua mão. Sabia-o que embora não conseguisses falar conseguia ouvir a tua mente dizer: " Desejo-te um bom Ano , amor . " Não te consegui dizer nada, nem um beijo te pude dar , por causa desta maldita constipação. Apenas te quis abraçar, sentir o teu cheirinho , o "cheirinho de Paulinho Frazão", como só tu tens. Comi discretamente as 12 passas , só não te vou dizer o que pedi para que seja mais forte e se possa concretizar mas podes imaginar qual foi o meu desejo multiplicado por 12, não é? 
Não foi a entrada num novo ano da forma que alguma vez imaginei mas estavas ali ao meu lado e só quero agradecer por isso. Dizer-te que muito embora a despedida de 2014 e a entrada em 2015 não tenham sido efusivas e entusiasmadas, eu estava contigo , ao teu lado, agarradinha a ti. E é assim que queria que acontecesse nos próximos 50 anos. Amo-te muito meu amor.

Nota: esta foi a única foto que consegui tirar da nossa passagem de ano e foi sem flash para não fazer barulho e te acordar =)